torsoplastia redutora pos bariatrica

Torsoplastia (Cirurgia Plástica do Dorso e Flancos Pós-Bariátrica)

Pacientes que tiveram grande perda de peso, podem apresentar excesso de pele e gordura na região inferior das costas. A cirurgia plástica de torsoplastia consiste na remoção de excesso de pele e gordura remanescentes. Sendo muitas vezes associada a abdominoplastia para oferecer melhor resultado estético.

torsoplatia cirurgia plastica pos bariatrica curitiba

A torsoplastia pode ser associada a  lipoaspiração das coxas, culotes e dorso superior, esse procedimento permite a “subida” dos tecidos (pele e gordura superficial). Cada caso deverá ser analisado, verificando as necessidades individuais e no grau de queda da pele na região.

Orientações para o pós-operatório

Retorno pós-operatório deve ocorrer impreterivelmente entre 7 a 10 dias da realização da cirurgia. Deve ser marcado através do telefone ou whatsapp (41) 99122-8265 com a secretária do Dr. Alysson.

Uso da meia de compressão:

Deve ser usada por 15 dias devendo ser retirada a noite para dormir

Curativo e uso da Pomada Nebacetin

A pomada só deve ser utilizada se não foi utilizado a cola cirúrgica no procedimento, e somente nos 3 a 4 primeiros dias. Passar uma camada fina sobre as áreas com corte e umbigo apenas para proteger a cicatriz quando não for utilizada a cola cirúrgica. Após esse período parar com o uso e manter cores e umbigo bem higienizados e secos.

O banho deve ser tomado normalmente, usar preferencialmente um sabonete que mais nenhuma outra pessoa use, lavar bem as áreas de corte e umbigo e deixar bem seco após o banho inclusive usar um secador de cabelo na temperatura fria para garantir que fique bem seco e depois aplicar a pomada e proteger com a gaze e pequenos pedaços de micropore apenas para segurar.

Drenagem Linfática

As drenagens são liberadas após o terceiro dia de pós-operatório e normalmente se não houver necessidade maior, é indicada a realização da drenagem umas 3 vezes na semana, e pelo menos um pacote de 10 a 15 seções. Lembrando que a recuperação varia de paciente para paciente e a necessidade de uma quantidade maior de seções será avaliada caso a caso.

Liberação para dirigir

Depende do tipo de procedimento, conforme o caso após 21 a 30 dias é liberado desde que não haja exageros.

Tomar Sol e fazer tatuagens

Em áreas de lipoaspiração não é permitido por 6 meses

Em áreas de umbigo e corte não é permitido até 1 ano

Exercícios Físicos

Exercícios físicos leves e caminhadas normalmente são liberados com 30 dias. A prática normal de atividades e exercícios mais pesados são liberados após 3 meses.

Movimentar-se no pós-operatório

É imprescindível a cada 1 hora caminhar por mais ou menos 15 minutos para evitar a formação de trombose, o aumento do inchaço, a formação de gases e o aumento da dificuldade de evacuar.

Ingerir líquido

Ingerir ao menos 3 líquidos de água por dia, podendo ser um pouco de água de coco, sucos sem muito açúcar e chás.

Posição para dormir

Essa recomendação é importantíssima e serve para quase todas as cirurgias plásticas, com exceção da gluteoplastia (prótese de silicone nos glúteos), que necessita de decúbito ventral (barriga para baixo)

Dormir de barriga para cima faz com que o edema (inchaço) se instale de forma uniforme, sem que um lado fique mais inchado que o outro. Dessa forma, se o paciente após uma cirurgia plástica dormir de lado, além de poder tracionar (forçar) alguma cicatriz, o lado que ficar na parte debaixo pode amanhecer mais inchado, e o paciente pode achar que o médico errou na cirurgia, tirando mais de um lado que do outro.

Para que o pós-operatório corra tranquilamente, a recomendação é de dormir de barriga para cima durante um mês, até que o edema diminua. As costas e as pernas devem permanecer elevadas com aproximadamente 45º (posição em V).

 

Dúvidas:

Dr. Alysson (41) 99215-2035

Carla (41) 99659-9798

Cintas e placas com a instrumentadora Larissa (41) 99228-4695